terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Falha humana e mau tempo causaram acidente de avião de Eduardo Campos

Força Aérea Brasileira divulga relatório em que são apontados detalhes sobre a morte do então candidato à presidência e das outras 6 pessoas que estavam com ele no avião de campanhaÀ época do acidente, Eduardo Campos era o candidato do PSB à Presidência da RepúblicaÀ época do acidente, Eduardo Campos era o candidato do PSB à Presidência da República

Falhas humanas, aliadas às más condições climáticas, foram responsáveis pelo acidente que matou Eduardo Campos e outras seis pessoas que estavam com ele no avião que caiu em uma área residencial de Santos, no litoral paulista, em agosto de 2014.

É o que consta no relatório divulgado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), nesta terça-feira (19), em coletiva de imprensa em Brasília. A conclusão foi elaborada por 18 especialistas, baseados na análise do conteúdo das caixas-pretas da aeronave e em vídeos obtidos durante a investigação. 
Os familiares das vítimas foram os primeiros a terem acesso ao documento, no início da tarde. Além de Campos, morreram no acidente o assessor de imprensa do então candidato à presidência pelo PSB, Carlos Percol; o assessor Pedro Valladares Neto; o cinegrafista Marcelo Lyra; o fotógrafo Alexandre Severo; o piloto Marcos Martins; e o copiloto Geraldo M. P. da Cunha.  
De acordo com o documento, gravações de voz do piloto Martins evidenciam que ele estava cansado no voo que se acidentou. "Pela primeira vez no Brasil, foi usado um sistema para verificar a voz do piloto e foi percebido fadiga e sonolência", explicou o Tenente-Coronel Raul de Souza, durante a apresentação do relatório. 
fonte:G1
Filhos de Eduardo Campos confortam a mãe, Renata, no velório do político, em agosto passado

Nenhum comentário:

Postar um comentário